Intervenção Social
Imprimir Partilhar

Município de Espinho atribuiu 20 mil euros de apoio a 40 agregados familiares

Fundo de Emergência Social Municipal apoia despesas de saúde nas áreas de estomatologia e de oftalmologia.
Em 2020, o Município de Espinho atribuiu 20 mil euros de apoio a 40 agregados familiares (52 pessoas acompanhadas pela ação social do concelho no âmbito da Rede Social) através do Fundo de Emergência Social Municipal, apoiando despesas de saúde nas áreas de estomatologia e de oftalmologia.

Este apoio, existente desde 2015, que disponibiliza um apoio financeiro excecional a agregados familiares carenciados que residam no concelho para fazer face a despesas de saúde na área de estomatologia e/ou de oftalmologia, enquanto especialidades médicas para as quais não existem respostas adequadas e suficientes no âmbito do Serviço Nacional de Saúde. 

Devido à Pandemia do Covid 19, e neste mesmo ano de 2020, o Município de Espinho reforçou o orçamento deste Fundo de Emergência Social Municipal num total de 20 mil euros como Medida de Apoio Extraordinária às pessoas e famílias com quebra comprovada de rendimentos provocada pela Pandemia, dentro que cumprissem um conjunto de características definidas nas Normas, para que as mesmas pudessem fazer face a despesas várias, nomeadamente despesas com habitação, eletricidade, gás e/ou água, saúde, entre outras.

Neste âmbito, foi efetuado um apoio direto a 24, famílias, num total de 8.520,89€. É de reforçar que este apoio a famílias com quebras comprovadas de rendimentos por via da pandemia ainda se encontra em vigor, podendo as famílias que cumpram os critérios definidos (consulte aqui) candidatar-se mediante requerimento por formulário próprio.

"Neste último ano, duro e atípico, continuamos a apoiar os espinhenses. É essencial não descurar a saúde em outras áreas também relevantes. É objetivo desta autarquia promover o bem-estar e a saúde dos seus munícipes", afirma Pinto Moreira, Presidente da Câmara Municipal de Espinho. 

Link Relacionado:
Ler mais