Institucional
Imprimir Partilhar

Censos 2021 — Município de Espinho apresenta Equipa de Recenseadores

No passado dia 1 de abril, teve lugar no Auditório António Gaio, no Centro Multimeios, a apresentação da Equipa de Recenseadores do Concelho de Espinho.

A sessão contou com a presença do Dr. Vítor Oliveira, Coordenador Regional Norte do Instituto Nacional de Estatística, do Dr. Pinto Moreira, Presidente da Câmara de Espinho e de todos os Presidentes das Juntas de Freguesia do Concelho, Delegada Sub-regional e Delegado Municipal para o concelho de Espinho, bem como os respetivos Coordenadores de Freguesia.

O Coordenador Regional Norte do Instituto Nacional de Estatística, Vítor Oliveira, fez um enquadramento da operação censitária, revelando a importância dos dados recolhidos no apoio à tomada de decisões políticas, estratégicas e sociais, bem como o papel fundamental que as autarquias e as juntas de freguesia têm em toda a operação, pela proximidade com a sua população.

Foi ainda reforçado que todos os Recenseadores serão agentes de Saúde Pública, cumprindo o estipulado no Protocolo de Saúde Pública criado especificamente para os Censos 2021.

A equipa conta com cerca de 40 pessoas, que iniciam a operação no dia 5 de abril.

Os recenseadores estarão visivelmente identificados e prestarão todos os esclarecimentos, e eventual apoio, necessários ao preenchimento dos questionários.

Uma vez recebida a carta com os códigos, os cidadãos devem fornecer os dados do programa censitário entre 19 de abril e 3 de maio. 

A recolha de dados decorre preferencialmente pela internet ou por telefone no âmbito do plano de contingência estabelecido para debelar as dificuldades causadas pela crise pandémica.
O principal objetivo do recenseamento da população e da habitação é a quantificação rigorosa e a caracterização dos edifícios, alojamentos, agregados domésticos e indivíduos, preservando o rigor estatístico mesmo nos níveis geográficos detalhados. 

Todo o processo é gratuito, estando assegurada toda a confidencialidade associada às respostas. A resposta a este inquérito é obrigatória por lei, de acordo com o Decreto-Lei nº 54/2019, de 18 de abril.
Devido à crise pandémica, foi delineado um plano de contingência que reforça a resposta aos Censos através da Internet, com apoio à população através de uma linha telefónica, o que permite uma abordagem fácil, segura e rápida para os cidadãos, reduzindo, ao indispensável, os contactos entre recenseadores e população, em número e duração.

Os cidadãos com maior dificuldade na resposta através da internet ou que estejam impedidos de contacto presencial por razões de saúde pública podem responder aos Censos 2021 através da linha telefónica que será criada única e exclusivamente para esse efeito.
Para qualquer esclarecimento adicional os cidadãos devem contactar a junta de freguesia da sua área de residência. 

Colabore com os Censos: contamos todos, contamos com todos!
Ler mais