Cultura
Imprimir Partilhar

Recente cinema da Dinamarca passa por Espinho no FEST

Sete filmes de produção contemporânea dinamarquesa estão incluídos no programa do Festival Novos Realizadores, Novo Cinema
Sete filmes da Dinamarca, país que se destaca na "experiência do cinema", vão passar pelo FEST - Festival Novos Realizadores Novo Cinema, em junho em Espinho, foi hoje anunciado.
"Desde o início da experiência do cinema que o país se destacou da multidão, sendo mesmo a única a competir com os primórdios do sistema de Hollywood, apesar do desequilíbrio notório em termos de recursos", afirma o festival para anunciar que dedicará parte do programa à Dinamarca.
A secção "Flavour of the world" ("sabor do mundo", na tradução do inglês) exibirá "uma compilação de alguns nomes que marcam a produção contemporânea do país", com duas longas-metragens e cinco curtas feitas entre 2012 e 2019.
O programa exibirá "Um caso real" (2012), de Nikolaj Arcel, e "The Hunt - A Caça", de Thomas Vinterberg, que já passaram pelos cinemas portugueses, e as curtas "The Sound Of Unexpected Death" (2019), de Alexander Bak Sagmo, "Floreana" (2018), animação de Louis Morton, "The Elephant" (2017), de Kerren Lumer-Klabbers, "Weltschmerz" (2017), documentário de Jesper Dalgaard, e "Maja" (2018), primeira obra da atriz Marijana Jankovic.
O Festival Novos Realizadores Novo Cinema, que decorrerá de 24 de junho a 01 de julho, conta anualmente com uma programação de cinema, com secções competitivas, e também com oficinas, 'masterclasses', conferências, palestras e um fórum de apresentação de projetos ('pitching') sobre as várias áreas ligadas ao cinema.
O programa profissional contará com a presença de nomes como a realizadora Marjane Satrapi, o argumentista Tony Grisoni, e John Warhurst, Tim Cavagin e Nina Hartstone, a equipa que fez a edição de som do filme "Bohemian Rhapsody".
No Planetário do Multimeios de Espinho serão exibidos dois filmes que exploram as possibilidades da realidade virtual e aumentada no cinema, com "Terra Dinâmica", de Mike Bruno, e "Explore", uma produção de Maciej Ligowski.
Fonte:
Ler mais