EM ESPINHO
Siga-nos:
Notícias


Disseminação do Escaravelho da Palmeira
07.03.2017


Rhynchophorus ferrugineus na Região Norte
Zona Demarcada abrange Espinho

Esta informação deve ser divulgada junto da população, de forma a conseguir um esforço conjunto para a contenção do problema.

Em Portugal, a espécie mais atacada e sensível é a Palmeira das Canárias, embora se verifiquem também infestações na Palmeira tamareira, na Palmeira-da-China e na Palmeira-de-leque.

A ocorrência desta praga coloca em risco as palmeiras, com impacto ao nível do aspeto paisagístico, económico e social da região.

Notificam-se todos os proprietários, usufrutuários, possuidores, detentores ou rendeiros de quaisquer parcelas de prédios rústicos ou urbanos, incluindo logradouros, com palmeiras, para procederem da seguinte forma:

Plantas muito infestadas (sem capacidade de recuperação) ou mortas:
- arranque e destruição do material afetado, aplicando os procedimentos técnicos necessários para evitar a dispersão do inseto;

Plantas aparentemente sãs, localizadas em zonas próximas de focos, suspeitas ou em fase inicial de ataque:
- aplicação de medidas culturais, evitando a realização de cortes na planta que promovam a exposição dos tecidos vegetais vivos ao inseto, nos períodos de maior intensidade de voo (março a novembro). Realização de tratamentos fitossanitários com os produtos fitofarmacêuticos homologados pela Direção Geral de alimentação e Veterinária.

> Consultar edital
> Mapa da Zona Demarcada


« voltar

© 2017 Câmara Municipal de EspinhoTodos os direitos reservados